Conheça a estrutura do piso de vidro do Skyglass Canela

1650310463_f822fe_piso_de_vidro_em_canela_foto_2

Primeira plataforma estaiada que suporta um piso de vidro da América Latina e uma das maiores do mundo, o Skyglass tem recebido milhares de visitantes após a pandemia na cidade de Canela (RS).

Localizado em meio à natureza e em um dos mais espetaculares cenários da Serra Gaúcha, o Skyglass Canela é a primeira plataforma estaiada de vidro da América Latina e uma das maiores do mundo. A atração reproduz no Brasil as estruturas com piso de vidro instalado em grande altura, que provoca nos usuários misto de fascínio e medo.

Para os amantes de engenharia, além do comprimento e imponência da estrutura, o espaço inova ao apresentar duas formas de contemplar a natureza. O visitante pode caminhar por cima do piso de vidro e admirar uma vista inesquecível ou, para quem quer um pouco mais de adrenalina e aventura, o espaço oferece a experiência do “Abusado”, um passeio de monotrilho suspenso com 10 lugares a 360 metros de altura sobre o nível do Rio Caí.

A tecnologia usada na construção do local é quase 100% nacional; com exceção dos cabos de estaiamento, que vieram da Suíça. O restante dos produtos são brasileiros, principalmente de Santa Catarina, São Paulo e Rio Grande do Sul. As peças de vidro que compõem o piso de vidro, que tem se destacado mundialmente, foram produzidas pela empresa Unividros, de Tubarão. São 11 toneladas somente de vidros aplicados na estrutura. Nos guarda-corpos foram utilizadas 42 peças de vidros extratransparentes. Já nos 90 metros quadrados do piso da passarela foram empregadas 34 peças de um conjunto de vidros multilaminados. Cada metro quadrado do piso de vidro tem capacidade para suportar até quinhentos quilos de peso e uma carga de vento de até 220 quilômetros por hora.

A plataforma, que recebeu investimento de mais de R$ 30 milhões, é uma estrutura de aço e vidro de 68 metros. Ela é sustentada por três pilares e seis tirantes, o que permite que ela se projete a 35 metros sobre o Vale a partir do último pilar.

Os vidros pesam 12,6 toneladas e são compostos por piso de vidro com 40 mm (4 lâminas de 10 mm) e suportam 900 Kg por m²; além do guarda-corpo com 20 mm (2 lâminas de 10 mm). Entre as lâminas de vidro, existe uma película transparente e de alta resistência, que garante uma blindagem extra e segurança adicional. Na superfície, também é aplicada uma película, que protege o vidro e, periodicamente, é substituída, garantindo maior durabilidade contra riscos e arranhões. E sempre uma visão límpida, evitando danos permanentes à estrutura.  

Já o Abusado tem comboio com sete cadeiras e capacidade para dez pessoas. O circuito tem 95 metros e dura 2,5 minutos, impulsionado por quatro motores elétricos. O atrativo tem o objetivo de proporcionar a experiência de flutuar sobre o Vale e alguns visitantes relatam “sentir borboletas no estômago”.

O peso total do conjunto, incluindo os pisos de vidros e, somando aço, soldas, grades, guarda-corpos e o comboio Abusado é de 226 toneladas. E a capacidade, com total segurança, é de 260 pessoas. Apesar disso, para dar conforto ao visitante, o empreendimento adotou como limite 50% dessa quantidade, ou seja, 130 ocupantes simultaneamente.

O Skyglass Canela também se preocupa constantemente com a segurança de seus colaboradores e visitantes. Por isso, é realizado check-list nos equipamentos e manutenções preventivas programadas ao longo do ano, sendo executada a substituição de peças e componentes para que os atrativos estejam sempre em perfeitas condições de operação”, comenta Alex Bonareti, diretor geral do empreendimento.

Ingressos

Com capacidade para receber até 5 mil pessoas por dia na plataforma, o espaço funciona das 9h às 18h e os preços saem a partir de R$ 100 e podem ser adquiridos pelo site, na bilheteria ou por meio de parceiros. É necessário agendar a data da visita no momento da reserva, sujeito á confirmação de disponibilidade.

Conheça mais sobre o atrativo no site www.skyglasscanela.com.br e nas redes sociais (Instagram e Facebook): @skyglasscanela.

 

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Precisa de ajuda?