Estilo e qualidade norteiam a fabricação de fechaduras

Mercado está mais exigente e valoriza as peças que, além de exibirem modernidade, oferecem praticidade  e eficiência ao consumidor final

prolongador-jf-500-1-2

O mercado exige cada vez mais flexibilidade, agilidade, segurança e um preço competitivo por parte dos fornecedores. Assim, grande parte dos fabricantes de ferragens e fechaduras para vidros se preocupam com a qualidade e estética do material que fornecem, já que o vidro vem sendo cada vez mais usado pela arquitetura por proporcionar beleza, modernidade e conforto aos espaços internos e externos das construções.

A Landy Kits atua nos segmentos de componentes e acessórios para os mercados de envidraçamento de sacadas, divisórias de ambientes e box. Recentemente, a empresa lançou o “fecho universal com chave” na América Latina, comercializado há quatro meses. O produto é resultado de desenvolvimento interno e está sendo produzido com exclusividade na unidade fabril da Landy Kits, localizada em Ferraz de Vasconcelos (SP), com o objetivo de atender a demanda do mercado no segmento de envidraçamento de sacadas e divisórias de ambientes.

A fechadura dispensa furação, podendo ser fixada em vidros temperados e laminados com um silicone incolor. Ela é fabricada basicamente com duas matérias-primas nobres, sendo o ponto de fixação no vidro em aço inoxidável com tratamento de superfície em pintura eletrostática. “Ainda é difícil mensurar a demanda deste produto em um mercado que ainda está passando por ajustes, adequações e principalmente pela normatização junto a ABNT, onde imaginamos que as exigências com sistemas de qualidade em toda a cadeia produtiva tem uma tendência de aumentar”, explica Paulo Hirayama Franceschelli, diretor comercial da Landy Kits.

Entre os cuidados necessários para se projetar uma fecho-universal-2fechadura para o setor vidreiro, Franceschelli destaca que o ponto primordial é estar próximo do consumidor final, do instalador e do distribuidor do produto para entender as necessidades e expectativas de cada público antes de desenvolver e lançar um produto no mercado. Assim, é preciso estar atento aos seguintes itens:

• Segurança no manuseio, ergonomia adequada, design agradável;
• Praticidade na instalação;
• Diversifi cação nos acabamentos de superfície;
• Preço adequado às necessidades do mercado.

fecho-universal-5Também pensando no estilo, a Junifer oferece aos seus clientes soluções com design exclusivo. As peças são feitas sob medida, com base em cada projeto, buscando atender aquilo que melhor se adequa ao cliente e com exclusividade. “Os modelos são feitos de acordo com os projetos cedidos pelos clientes. Ele nos traz a sua ideia, e nós a executamos, sempre com o compromisso de imprimir a identidade de nosso cliente nas peças”, diz Paulino Yamagami Junior, arquiteto e gerente de produção da Junifer Ferragens.

A empresa não projeta fechaduras, mas adapta soluções para as fechaduras já existentes. No caso das fechaduras para portas de vidro, o gerente de produção ressalta que é necessário um cuidado especial na escolha dos materiais utilizados na ferragem, pois eles não devem ter contato direto com o vidro. “Isso evita problemas de atrito e qualquer possibilidade de quebra do vidro”, explica Yamagami Junior. E por conta desse cuidado extra, as fechaduras para vidro acabam sendo mais caras.

No início deste ano, a Junifer inaugurou um showroom em São Paulo, onde os produtos da empresa estão expostos com conceitos trilho-e-roldana-aparente-3diferenciados em ambientes de alto padrão. “Preparamos um espaço especial, para que os visitantes possam ver um pouco do que podemos elaborar para seus projetos, sempre prezando pela exclusividade e sofisticação”, diz Paulino Yamagami, diretor-presidente da Junifer.

Como os consumidores estão mais atentos e mais criteriosos ao procurar e escolher um material que atenda a sua necessidade, a qualidade e a durabilidade do produto têm peso fundamental na escolha dos clientes por alguma marca.

14040-0020-05Outra fabricante no mercado é a Soprano, que preza pela praticidade e eficiência de seus produtos. A empresa está no mercado desde 1954, e há mais de dez anos incluiu as fechaduras para portas de vidros em seu mix de produtos. “As fechaduras Soprano são projetadas pensando na rotina diária em que terão quando instaladas, o que engloba o fácil manuseio, aplicação, instalação, design e tecnologia de seus componentes”, explica Fabricio Justo, coordenador de marketing da Divisão de Construção Civil da empresa.

Para garantir a qualidade técnica do produto, Justo afirma que as fechaduras passam por uma série de testes que visam garantir o conforto e a praticidade do consumidor final. Mas além da qualidade, a empresa percebe que, quando se trata de fechaduras para portas de vidro, o mercado também valoriza o design da peça. “A arquitetura pede por ambientes modernos e as fechaduras devem acompanhar esta evolução”, afirma Justo.

Na Feicon 2013, em março deste ano, a empresa lançou a Fechadura Mini Blindex. O produto pode ser aplicado em portas de vidro de correr com espessura máxima de 12 mm, com furação Blindex. Ela é fabricada em zamac com o acabamento cromado, e as chaves são de latão com acabamento cromado.

Outra novidade são as portas de vidros com fechaduras digitais. O produto é fornecido pela Cinex e é _dsc8482indicado para ambientes onde poucas pessoas devem ter acesso. A solução é acionada com senha pessoal ou impressão digital; e para torná-la mais prática e segura, alguns modelos vêm com controle remoto e, no caso de violação, um alarme é acionado imediatamente.

Essas fechaduras são movidas por uma bateria de longa duração, que permite 3.500 aberturas. Elas podem ser aplicadas em todos os tipos de vidro, exceto o translúcido, podendo ser instaladas em portas pivotantes, com batentes de 38 mm, e espessura de 4 mm.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Precisa de ajuda?